A História da Automação Industrial Parte 2

maio 4th, 2009 Fernando Meira Postado em Automação, automação industrial, história No Comments »

Vamos continuar essa série a partir dos anos 60 com o início dos controladores lógicos programáveis , os CLP’s (veja o post anterior A História da Automação Industrial Parte 1).

 

O ano de criação do primeiro CLP foi em 1968 por Dick Morley, que trabalhava para a empresa Bedford Associates, que tinha uma solicitação da General Motors para desenvolver um sistema capaz de eliminar a infinidade de fios e relés utilizados para o controle de sua fábrica. O mecanismo desenvolvido foi chamado de Modular Digital Controller ou MODICON.

 

No princípio, os primeiros CLP’s comercializados possuíam memórias de 1 a 4K e sua estrutura era formada por uma placa processadora e uma memória, enquanto a manipulação da lógica e algoritmos era feita por software, o que tornava esses sistemas extremamente lentos.

 

Para sanar esse problema foi implementado um novo componente, uma placa de interpretação da lógica, que poderia interpretar toda a lógica Ladder, sem precisar da intervenção do software.

 

Com a aquisição da Information Instruments Inc. a Allen Bradley® herdou o PDQ-II, que devido a sua complexidade e difícil programação foi substituído pelo PMC (Programmable Matrix Xontroller), que era menor e mais fácil de programar.

 

Por volta de 1971 a General Eletric® desenvolveu o primeiro controlador programável, o PC-45, por sua vez a Omron® apresenta o SYSMAC e em 1974 a Allen Bradley® registra a patente para o Programable Logic Controller (PLC).

 

Continua…

AddThis Social Bookmark Button

A História da Automação Industrial Parte 1

agosto 4th, 2008 Fernando Meira Postado em Automação, automação industrial, história 2 Comments »

A automação existe desde a pré-história, com a invenção da roda para transportar materiais otimizando o esforço humano, mas começou a despertar interese com o início da era industrial no século 18, com o início das linhas de montagem idealizadas por Henry Ford a automação industrial foi alavancada e, desde então, não pára de evoluir.

Notou-se a necessidade de fazer algo para que fosse aumentada a produtividade das indústrias, iniciando-se assim o desenvolvimento de máquinas para executar as tarefas com maior precisão, rapidez e qualidade.

Podemos citar como alguns dos primeiros sistemas de automação a criação dos cartões perfurados no final do século 19 por Herman Hollerith, sua invenção reduziu cerca de 20 vezes o tempo para conclusão de algumas tarefas para o Censo dos EUA.

Com o avanço da microeletrônica puderam ser criados os Controladores Lógicos Programáveis (CLP’s), que começaram a surgir na década de 60.

continua…
AddThis Social Bookmark Button




BlogBlogs.Com.Br